50% de chance de um novo LOK

Legacy-of-Kain

Pipocou no Twitter nas últimas horas, que a Crystal Dynamics PODE estar interessada em um novo jogo da série Legacy of Kain.

Michael Brinker, designer chefe da Crystal Dynamics cedeu à finder.com.au uma entrevista acerca de Rise of the Tomb Raider, cuja entrevista completa deve ir ao ar nos próximos dias. Segue abaixo uma tradução meia-boca que eu fiz da matéria original postada no próprio site da Finder.

Eu tive sorte de encontrar Michael Brinker ontem no bar de uma loja em Sidney e tive um bate papo descontraído com um homem muito apaixonado por tudo relacionado a jogos. Nas próximas semanas devemos publicar a entrevista completa – cujo foco é o lançamento de Rise of the Tomb Raider, que chegará para Xbox One e Xbox 360 no dia 10 de Novembro – entretanto, nós temos algumas notícias interessantes que eu não via a hora de compartilhar.

Enquanto a Crystal Dynamics é melhor reconhecida por Tomb Raider, o estudio foi formado em 1992 e tem um catálogo incrível de títulos. Veteranos se lembram de Gex e Pandemonium, enquanto que este escritor tem memórias carinhosas dos criminalmente subvalorizados projetos Snowblind e Whiplash. Entretanto é à série Legacy of Kain que muitos associam o desenvolvedor de São Francisco.

Legacy of Kain foi uma série de ação/aventura imersiva, sombria e brutal que conquistou uma legião de fãs ao longo de cinco anos entre 1996 e 2003. Nomes famosos como Dennis Dyack (Eternal Darkness: Sanity’s Requiem, Too Human) e Amy Hennig (Uncharted) dirigiram as séries nestes períodos, mas infelizmente pouco tem acontecido desde então. Todos os fãs tiveram que “se agarrar” no apenas online e multiplayer spin-off chamado Nosgoth e no “e se tivesse acontecido” a sequência cancelada Legacy of Kain: Dead Sun.

Mas hoje, esperança. Eu perguntei a Brinker, “Se você fosse um homem de apostas, que chances você daria a um novo, single player Legacy of Kain para esta geração?” A resposta dele?

“É uma chance de 50/50. Temos desenvolvedores internos que realmente adorariam fazer este jogo. É interessante porque pessoas olham para nossa história, nossas franquias e elas veem IPs realmente icônicos. Alguns gamers se perguntam; ‘onde eles estão e o que eles estão fazendo?’ Bem, nós sempre estaremos jogando por perto e conversando sobre ideias [de trazê-los de volta]. Realmente é 50/50.”

Enquanto o Projeto Snowblind 2 parece ser um sonho pessoal, é extremamente promissor saber que enquanto o foco é Tomb Raider, outros títulos icônicos não foram esquecidos.

Minha opinião: Acho que é um boato e não devemos nos animar. Falar que o jogo tem 50% de possibilidade de acontecer e 50% de não acontecer, é pura sacanagem. Ou é sim, ou é não. Antes de escrever esse artigo, li diversos sites já dando como certeza. Devemos ter os pés no chão, porque ao longo desses anos todos, muitas noticias “mais reais” surgiram e nada se realizou. Todo fã sonha com um novo Legacy of Kain (eu não conto Nosgoth) e qualquer ponta de esperança já soa como noticia animadora. A declaração de Michael é muito legal sim, mas honestamente, eu só acredito vendo. #prontofalei.

Artigo original: http://www.finder.com.au/crystal-dynamics-interview

Anúncios

PlayStation Blog Entrevista Amy Hennig

No último dia 12 de Outubro, o blog do PlayStation publicou uma entrevista com Amy Hennig, diretora e autora de Soul Reaver e suas sequências. Eu traduzi a entrevista para vocês, mas confesso que deu muito trabalho pois há termos técnicos e relacionados à animações 3D. A tradução não está ao pé da letra por conta dessas dificuldades. Tentei interpretar da melhor forma.

Espero que gostem e deixem seus comentários! Vale dizer que a entrevista é um pouco grande, portanto, senta que lá vem estória. Quem quiser ler em inglês, clique aqui para acessar a matéria original. Beijos.

Leia a entrevista aqui